Pular para o conteúdo principal

Proview lança conversor para TV digital de R$ 299,00 e anuncia modelo de R$ 199,00

A Proview lançou hoje, em evento que contou com a participação do ministro das Comunicações, Hélio Costa, o XPS-1000, primeiro modelo de conversor para TV digital com preço inferior a R$ 500,00. O aparelho tem resolução de 1.080 linhas (HDTV), áudio estéreo 5.1 (multicanal), e é equipado com antena UHF, porta USB e porta Ethernet LAN (que permite conexão com internet de banda larga).

A reportagem da Folha Online diz no próximo mês chegarão às lojas outros dois modelos de conversores: um intermediário, por R$ 249, e um mais barato (R$ 199), que só fará a conversão do sinal. O site do Ministério das Comunicações diz que o modelo intermediário estará preparado para o programa de interatividade Ginga.

A empresa está capacitada a produzir 100 mil conversores por mês, mas fará apenas 20 mil peças no primeiro mês, a serem comercializadas nas cidades que já recebem o sinal digital (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte), segundo matéria do site Convergência Digital. A matéria antecipa que posteriormente "a Proview lançará uma linha de periféricos que poderá ser incorporada aos conversores para atividades como navegar na internet, ouvir música e realizar videoconferências, entre outras".

A Folha ainda informa que a Comsat vai lançar produto similar até setembro, com preço sugerido de R$ 250,00 para o consumidor.

Na semana passada a SKY lançou em São Paulo um serviço de TV por assinatura pré-paga em que o cliente paga R$ 19,90 por 7 dias de sinal, R$ 29,90 para 15 dias ou R$ 49,90 para um mês, após compra do equipamento para recepção, que também custa R$ 299,00. O pacote da SKY conta com 81 canais, dos quais apenas 10 são canais de TV paga (os demais são abertos, públicos, de música ou rádios). A chegada do conversor no mesmo preço pode concorrer com esse tipo de serviço, que foca pessoas que só têm TV aberta.

A TV digital vai emplacar mais rápido quando o sistema for popularizado. O conversor barato é um empurrão que tira a TV digital do stand by e que vai fazer com que o crescimento aconteça de forma natural - e num ritmo mais rápido do que se teve até agora.

SAIBA MAIS
http://www.mc.gov.br/003/00301099.asp?ttCD_CHAVE=19401
http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u422461.shtml
http://www.convergenciadigital.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=14885&sid=8
http://telesintese.ig.com.br/index.php?option=content&task=view&id=9205&Itemid=10

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Relembrando a Líder FM de São Paulo

Em janeiro deste ano, publiquei aqui e no Tele História um post sobre o curto período em que a Líder FM, emissora popular da Grande São Paulo de grande audiência nos anos 90, adotou o slogam "Cheia de Charme" e passou a se dedicar à Black Music. No final do post, pedia para quem tivesse mais informações sobre esse período enviasse comentários, para que todo mundo que lê o blog e a coluna do Tele História - inclusive eu - pudesse resgatar um pouco da história dessa simpática emissora que acabou caindo um pouco no esquecimento.

De lá pra cá, recebi comentários de pessoas relembrando a Líder FM dessa e de outras fases. Alguns são tão bons que me deixaram, já na época, com vontade de escrever um novo post só para que eles ficassem mais "visíveis".

Nesta terça-feira, o Edmauro Novais, que teve participação essencial no primeiro post, enviou imagem da capa de outro CD da rádio na fase Black, retirada de um blog que disponibiliza a playlist e o link para download do CD. Foi…

Um pouco da história da Rádio Tupi AM (SP)

Muita gente reclama da "falta de memória" da TV, não só pelo descaso das emissoras que apagavam seus arquivos sem a menor culpa, mas também pela dificuldade em encontrar informações consistentes e confiáveis sobre a história da televisão. Quem reclama tem razão, mas essa falta de memória nem se compara com a escassez de registros sobre a história do rádio!

Tive que procurar, para um trabalho, a história da Tupi AM de São Paulo, e descobri que não existe nenhum lugar que traga essas informações. Para se ter uma ideia, não consegui encontrar nem o ano em que a Tupi AM de Paulo Abreu foi inaugurada!

Encontrei alguns dados em diversos endereços na Internet - faço questão de deixar os links ao longo do texto - que, aliados ao pouco que lembrava, me ajudaram na montagem do quebra-cabeças da trajetória (ou das trajetórias) da Tupi.

O resultado não ficou tão completo quanto esperava, mas deixo aqui o que encontrei, primeiro por não ter visto essa história resumida em nenhum lugar, e de…

Especial: As vinhetas de abertura e encerramento da programação na TV

Antes da TV paga ou da multiplicação de televendas e telepastores, era padrão as emissoras de TV não permanecerem no ar 24 horas por dia. No máximo, a Globo "virava" as noites de sexta e sábado com o lendário "Corujão"; as demais - incluindo a Globo em outros dias - só funcionavam de madrugada em ocasiões esporádicas e especiais.

Por isso, quase todas se preocupavam em criar vinhetas específicas para a chegada e despedida diárias. E, diferente do que se esperaria de vinhetas exibidas duas vezes por dia nos horários mais periféricos da grade, muitas delas foram marcantes na história das emissoras e são lembradas até hoje.

Preparei uma lista com algumas das mais famosas. Os vídeos são antigos e estão no YouTube há muito tempo, mas são alguns dos meus favoritos - e imagino que não sejam só meus.


GLOBO

Nos primeiros anos de Hans Donner, uma sequência de formas tridimensionais ilustrava a mensagem de encerramento:


Na década de 1980, a mensagem foi substituída pela apresentaç…