Pular para o conteúdo principal

Postagens

Igreja Mundial amplia espaço na programação da Rede CNT

A partir desta segunda (01/04), a Igreja Mundial do Poder de Deus, do apóstolo Valdemiro Santiago, amplia seu espaço na Rede CNT para 87 horas e meia por semana. Atualmente os programas da igreja ocupam 23 horas semanais.

Na nova programação - ou novo loteamento - da emissora, a IMPD ficará no ar de segunda a sábado das 05h30 às 12h e das 17h às 22h45 (total de 12 horas e 15 minutos por dia) e das 06h às 20h aos domingos (14 horas ininterruptas).

Para encaixar a igreja, outras denominações evangélicas e principalmente televendas foram excluídos, mas também diminuiu o espaço para conteúdo próprio. A duração do "CNT Jornal" reduziu de 35 minutos para 20 minutos e a dos programas semanais do horário nobre (como "Márcia Peltier Entrevista" e "Jogo do Poder") de 45 para 35 minutos.

Além disso, a série "Lei e Ordem", antes exibida diariamente, fica restrita aos domingos, às 21h30. O "Jornal das Onze" muda de nome e horário, passando a ser ex…
Postagens recentes

Há 25 anos, Globo e Manchete brigavam pelo carnaval carioca

O carnaval de 25 anos atrás deu briga entre as emissoras de TV.

Em 1988, a Globo conseguiu impedir a Rede Manchete de transmitir o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro. A resposta da Manchete foi essa chamada com "eu quero briga", "grito de guerra" e "o carnaval é do povo, o carnaval é nosso". Raridade:


Na última hora, a Manchete conseguiu reverter a decisão judicial e também transmitiu o desfile. A partir de 1989, as duas emissoras passaram a produzir e transmitir o carnaval do Rio juntas.

Site da Rádio Estadão já exibe nova marca e anuncia estreia

A ESPN já está fora do site radio.estadao.com.br.

A marca "Estadão ESPN" foi substituída nesta semana por "Rádio Estadão", nome que a emissora passa a ter a partir do próximo dia 1º, após o fim da parceria entre o Grupo Estado e a ESPN.

Ouça teaser sobre a estreia da nova programação, também disponível no site.



ESPN CONTINUA NO AR

Num primeiro momento, a programação da ESPN vai continuar no ar pela Internet. O jornalista Conrado Giulietti, ex-coordenador da Estadão ESPN, publicou em seu blog a nova marca (ESPN Radio) e as novidades da programação esportiva.

Ao Portal Imprensa, o jornalista afirmou que "A ESPN não ficará fora do rádio". Segundo a reportagem, "o grupo já negocia novas parcerias para estar presente no FM".


Ouça a estreia da Rádio Estadão ESPN, em março de 2011

89 volta a ser Rádio Rock como UOL 89 FM

Depois de muita expectativa, foi confirmada a volta da 89 FM A Rádio Rock ao dial de São Paulo. A mudança, antecipada na última semana no programa esportivo "Quem Não Faz Toma", foi confirmada hoje pelo UOL, que vai dar nome à emissora nos próximos meses.

A Rádio Rock compartilhou em sua página do Facebook, às 19h30, link da matéria do UOL que confirma a volta da programação antiga com o seguinte texto:

"No começo tudo parecia um sonho distante...voltar com a Rádio Rock para o dial, trazer essa marca tão forte para o nosso convívio diário novamente, nadar contra a maré, chutar a porta, quebrar tudo!

Quando fizemos o primeiro final de semana de rock em outubro, a idéia era divulgar a nossa web radio pra todos os saudosistas da Rádio Rock, foi um momento de "revolta contra o sistema", liderado pelo diretor da Radio que sempre foi roqueiro e que nunca deixou de amar a marca que construiu ao longo desses anos. Ele quis fazer um final de semana rock. Só isso. Já ex…

JT deixa de circular nesta quarta

Nesta quarta (31) circula a última edição impressa do Jornal da Tarde, o JT, depois de quase 47 anos nas bancas - a primeira edição saiu em 04 de janeiro de 1966.

A notícia já havia sido publicada em quase todos os sites com notícias de mídia, mas foi confirmada em nota pelo Grupo Estado na segunda-feira, 29.

Na capa da sua penúltima edição, o JT publicou um comunicado intitulado "Missão cumprida", que reproduzo a seguir:


Clique aqui para ver em tamanho original em uma nova aba ou janela

Em entrevista ao Comunique-se, o presidente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, afirmou que o fim do impresso era estudado pela empresa há dois anos.

O jornalista Mino Carta, idealizador do jornal, disse à reportagem do UOL que a "morte" de qualquer jornal o entristece, mas a do JT entristecia "em dobro, talvez ao cubo".

A matéria do Comunique-se informou que os jornalistas que trabalham na publicação deverão ser realocados. O JT também deve extinguir sua versão on l…

89 FM tem maratona com Tatola e anuncia volta da Rádio Rock na web

A 89 FM (89,1 MHz - São Paulo) voltou a ser "A Rádio Rock". Pelo menos provisoriamente.

Desde às 10h deste sábado (27), a programação está no ar com locução do Tatola e identificada como "A Rádio Rock".


A informação foi publicada ontem pela página do programa "Quem não faz toma" no Facebook: "O Tatola estará no ar das 10 às 14 e das 19 às 21 horas, no sábado e no domingo, tocando as bandas mais legais do planeta".

A ação divulga a "volta" da Rádio Rock como webrádio, no endereço www.radiorock.com.br, que já está no ar, mas com programação musical diferente da executada pela 89 FM.

A programação "Rádio Rock" com Tatola pode ser ouvida no www.89fm.com.br.

Na última quinta-feita, o Tudo Rádio havia publicado que, apesar das demissões, "a equipe que está atuando hoje pela 89 FM trabalha sem prazo de encerramento das atividades".


UPDATE (13h31): ouça os primeiros minutos da transmissão do Tatola neste sábado na 89 FM:


Co…

Sobre o fim da 89 FM e sublocação de concessões

Quem acompanha os sites sobre rádio já deve ter lido sobre o fim da 89 FM de São Paulo, previsto para o fim deste mês. No último dia 28, a notícia foi publicada no Tudo Rádio e confirmada em sites como Comunique-se e Portal Imprensa - o último informou que os funcionários teriam assinado aviso prévio naquela data.

Se especula que a programação da 89 dê lugar à Rede do Bem FM ou a alguma outra religiosa, mas ainda não existe nada confirmado. Aliás, o próprio fim da 89 não foi confirmado oficialmente até agora, por mais que tenha repercutido na internet.

De qualquer forma, e ainda que a notícia já não seja novidade, quero comentar por aqui. Concordo com o que o Rodney Brocanelli postou no Radioamantes - alguns donos de rádio querem lucro sem fazer investimentos - mas quero deixar algumas perguntas que me vêm à cabeça.

Quando a 89 deixou de ser A Rádio Rock, a ideia era diversificar a programação musical para rejuvenescer o público, ficar mais competitiva etc. A estratégia deu certo: hoj…