Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Líder FM "Cheia de Charme". Alguém lembra?

Estava escrevendo o post abaixo e, coincidentemente, comecei a conversar com o Consultor Artístico e Programador Musical da webrádio Web Black, Edmauro Novais, sobre um período da extinta Líder FM de São Paulo que eu não lembrava e que ele admitiu quase ter passado em branco: sua fase Black, no final dos anos 90.

A Líder FM fez bastante sucesso na primeira metade da década de 1990, quando transmitia sua programação popular em 104,1 MHz. Em 1995, trocou de frequência, passando para 92,1 MHz (antiga Metropolitana de Mogi/92 FM) e deixando os 104,1 com a Rede CBS, que estreou uma 104 FM, seguida pela versão popular da Mais FM e pela Tupi FM.

Mas, apesar de ter transportado o slogam para a nova frequência - "A Líder faz sucesso em 92,1" -, a emissora nunca mais foi a mesma. Nos anos seguintes, sabe-se lá por que, a audiência despencou e a receita diminuiu, levando ao arrendamento da frequência para o Grupo Record/IURD, em 1999. E foi um pouco antes desse arrendamento que a Líder F…

Especial: O dial FM de São Paulo de quase 30 anos atrás

Reuni, dentro do acervo do site Aimoré.org, vinhetas e pequenos trechos de programação das rádios FM de São Paulo da primeira metade da década de 1980.

Nesta viagem pelo dial paulistano no auge do boom das FMs, é possível ouvir algumas curiosidades e relíquias, como a identificação da FM Record ("uma empresa dos grupos Silvio Santos e Paulo Machado de Carvalho"), a programação adulta da Transamérica e das rádios Gazeta, Universitária de Guarulhos (atual Tupi), Transcontinental e Notícias (atual 105).

Se quiser deixar a viagem mais interessante, clique nos nomes de cada emissora e ouça a programação atual de cada uma online. A diferença, muitas vezes, é surpreendente!

88,1 - Gazeta FM


89,1 - Pool FM (atual Fast 89 - desde 27/02/2011)


Antes da instalação da Pool FM, a Cultura FM transmitia em 88,9 MHz.


89,7 - FM Record (atual Nova Brasil)


90,5 - Excelsior FM (atual CBN)


91,3 - Manchete FM (atual Rádio Disney - desde 29/11/2010)


92,9 - Eldorado FM (atual Estadão ESPN - desde 27/03/2011)

TV Gazeta comemora 40 anos com programação especial

Além do lançamento do livro "Av. Paulista 900: A História da TV Gazeta" e de uma exposição comemorativa, um documentário com duas horas de duração e edições especiais de todos os programas vão celebrar o aniversário da TV Gazeta na própria TV, neste dia 25. O Portal da Propaganda detalhou a programação:

A TV Gazeta comemora na próxima segunda-feira, dia 25 de janeiro, seus 40 anos. Para celebrar a data, a partir da meia noite do dia 25, a emissora exibe um documentário especial com duas horas de duração, que conta um pouco de sua história. Ao longo do dia, e sempre ao vivo, os programas de entretenimento da grade trazem pautas especiais em homenagem à data, que marca também o aniversário de 456 da cidade de São Paulo.

Desde o início de novembro, a TV Gazeta vem exibindo vinhetas, reportagens e programas especiais, que contam sua história. Um hotsite, um blog e um perfil no Twitter também foram criados especialmente para a data. No dia 8 de dezembro uma exposição multimídia com…

Livro conta a história da TV Gazeta e sua importância para a televisão

Neste dia 25, aniversário da cidade de São Paulo e data em que a TV Gazeta comemora seus 40 anos, sera lançado o livro "Av. Paulista, 900: A História da TV Gazeta", do pesquisador Elmo Francfort.

A obra pretende revelar a importância da criação da TV Gazeta para a evolução da televisão no Brasil, lembrando, por exemplo, o pioneirismo do canal 11 paulistano na transmissão em cores e os profissionais revelados pela emissora, como Joelmir Beting, Heródoto Barbeiro, Marcelo Tas, Fernando Meirelles, Faustão e Amaury Jr.

Embora o livro tenha como tema central a TV Gazeta, suas 450 páginas retratam a evolução da própria televisão brasileira, dos recursos tecnológicos às novidades na programação, destacando a trajetória vanguardista da emissora que a imprensa muitas vezes chamou de nanica. O lançamento acontecerá durante a festa de comemoração do aniversário da emissora, no Teatro Gazeta, a partir das 20h30.

"Av. Paulista, 900" amplia o vasto catálogo da Coleção Aplauso, que …

Jovem Pan confirma estreia no Rio de Janeiro. E a Kiss FM?

Tem se falado, nos últimos dias, sobre a volta da Jovem Pan FM ao Rio de Janeiro. Não é de hoje que existem boatos sobre o assunto, mas agora é oficial. O próprio Tutinha twittou, e a Jovem Pan repassou:


O Tudo Rádio.com afirma, como afirmou em 2008, que a Jovem Pan transmitirá em 104,5 MHz, com estação própria. Não sei se a informação foi confirmada ou se é apenas uma especulação, mas o canal é um dos "alvos" mais possíveis não só para a Pan, mas para qualquer rede de rádios que pense em se instalar na capital fluminense.

Os 104,5 MHz transmitem pregações da Igreja Universal desde 2001, de acordo com o Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro. A frequência, que fez sucesso nos anos 80 com programação musical dedicada ao samba, foi arrendada à igreja depois de passar mais de uma década em crise (financeira e de identidade). Vale lembrar que a IURD é dona de outra FM na cidade (105,1 MHz), onde transmite a Rede Aleluia desde 1997. Em resumo: o Rio só tem a ganhar!

Só vem uma pergunta,…

O que você precisa saber sobre o Programa Nacional de Direitos Humanos

Nos últimos dias, os jornais da TV têm ocupado boa parte de suas edições com a tragédia do Haiti. Nas rádios all news, pelo menos em São Paulo, o trânsito continua em primeiro plano, como de costume. Mas, tanto um quanto o outro - para não citar os jornais, que reservam normalmente suas primeiras páginas para opinião, ainda que ela apareça em todas as páginas - têm sempre algum espacinho sobrando para descer a lenha no Programa Nacional de Direitos Humanos. Todos com os mesmos argumentos.

Por isso, antes de absorver, aos poucos, que o PNDH é o "roteiro para a implantação de um regime autoritário", como disse o Estadão, ou que o plano é "criticado pela sociedade e até por ministros de estado", como disse Bóris Casoy - que merda, do alto de seu pedantismo -, é essencial ler o texto abaixo:

Continua o debate sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos (Rádio Base e Observatório da Imprensa)

E, se você quer saber mais sobre o que as grandes emissoras têm falado do programa…

O que eu queria escrever sobre o futebol na Kiss FM...

...o Marco Ribeiro escreveu no Rádio Base.

Reproduzo aqui o post, com alguns trechos destacados:

Em nome do bom senso

Nas últimas horas, os sites especializados em rádio tem se debruçado sobre uma notícia que espantaria o mercado de radiodifusão de São Paulo: a Kiss FM iria firmar uma parceria com uma produtora independente, a fim de começar a transmitir partidas de futebol. Fonte não identificada desta produtora teria revelado ao site "Rádio Agência" que tal acordo seria celebrado em breve, informação essa que foi negada pela assessoria da emissora, procurada pelos editores deste blog. A assessoria disse que o contrato ainda não fora assinado em razão de "resoluções contratuais ainda não acertadas."

Enfim, há um desencontro tão grande de informações que faz o leitor pensar que o projeto pode ser cancelado devido à sua divulgação antecipada por parte da produtora, sem antes o acordo ter sido celebrado com a Kiss FM.

Independentemente dessa confusão e agito todo gerado p…

Rádio Iguatemi volta para São Paulo com Osmar Zani na direção

Depois de quase um ano em Alphaville, a Rádio Iguatemi AM (1370 kHz - Grande São Paulo) está de volta à Avenida Paulista, agora com o radialista Osmar Zani como diretor artístico. A alteração completa o primeiro "pacote" de mudanças da Rede CBS para 2010 - na última semana a Terra FM foi transferida para os 97,3 MHz, até então arrendados para a Igreja Deus é Amor, e teve seu antigo canal (98,1 MHz) arrendado para a Igreja Mundial do Poder de Deus.

Segundo o site Bastidores do Rádio, Osmar Zani pretende transformar a Iguatemi em uma rádio popular voltada à música, com programas de vários estilos. Estão sendo procurados comunicadores "especializados em Samba e Pagode, Jovem Guarda, Sucessos Italianos, Sertanejo, Forró e Roberto Carlos".

A notícia é boa, principalmente se levarmos em conta a chance que a rádio tinha de virar mais um púlpito eletrônico, mas faz lembrar o quanto essas emissoras são desacreditadas por causa desse excesso de mudanças.

Veja o exemplo dos 1370…

Igreja Mundial estreia Sê Tu Uma Bênção FM

É, o nome da rádio é esse, mesmo! Sê Tu Uma Bênção.

A Igreja Mundial do Poder de Deus, que, há seis meses, alugava horários nas noites e madrugadas da Terra FM (98,1 MHz - Grande São Paulo), passou a ocupar a frequência 24 horas por dia, conforme previsto aqui. Com o arrendamento, o conteúdo da igreja passa a ser ouvido em mais de 100 municípios nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

O alcance da rádio e o histórico da Rede CBS/Mundial, donos do canal, fizeram com que o arrendamento não fosse difícil de se imaginar. A novidade é que a chegada do apóstolo Valdemiro Santiago aos 98,1 MHz não significou o fim da Terra FM. Pelo contrário: significou a volta da emissora com 100% dos espaços dedicados à música sertaneja.

A Terra FM passou a transmitir, desde às 0h de hoje, sua programação em 97,3 MHz, espaço anteriormente ocupado pelo missionário David Miranda. Samuel Gonçalves abriu a programação na nova frequência, ao vivo, agradecendo ao missionário e sua Igreja.

Por enquanto, a Deus é Amo…

A grande mídia e a mídia alternativa no caso Bóris Casoy

A repercussão do "caso Bóris Casoy" fez 2010 começar reforçando a revolução no acesso à informação provocada pela Internet. Parece exagero, mas não é.

O episódio foi praticamente ignorado pela mídia tradicional, por mais "barulho" que o vídeo tenha feito na Internet - prova de que o comentário preconceituoso do jornalista passaria despercebido se estivéssemos numa época de dependência exclusiva dos grandes veículos de comunicação.

Antes de qualquer coisa, quero lembrar de um detalhe que muita gente esquece quando fala da tal era da informação: por aqui, a maioria ainda só tem acesso a mídias "tradicionais".

Vale lembrar, também, que até dos veículos tradicionais só encontrei material em suas versões Online!


LADO A

Acompanhe o que encontrei - e o que não encontrei - sobre o assunto nos sites de alguns dos maiores jornais do país.

- A versão Online da Folha de S. Paulo, que classificou as ofensas como "gafe", mostrou o primeiro vídeo, conversou com Caso…

Paulo Ghiraldelli: "Boris Casoy, o filho do Brasil"

Entre tudo que tem se falado sobre o comentário asqueroso de Bóris Casoy, quero indicar - e tomo a liberdade de repetir - um artigo do filósofo Paulo Ghiraldelli Jr. sobre o preconceito social que não é "priviégio" apenas do jornalista da Band.

Apesar do termo "elite branca" ter uma conotação preconceituosa, como advertiu o Gabriel Passajou no Twitter, existe um grupo de pessoas que, como Casoy, não apenas desprezam os mais pobres, mas também os odeiam. E não dá para ignorar isso!

O "ódio de classe" do qual o texto fala não é muito diferente de quem queima índio ou espanca gays. É tudo a mesma coisa: a total desconsideração pela dor do outro, ou mesmo pela existência do outro. Coisa de quem vive o seu mundinho. E não é hipocrisia repudiar isso, como também chegaram a dizer.

Boris Casoy, o filho do Brasil
Por Paulo Ghiraldelli Jr.

Uma parte da nossa esquerda política imagina que os ricos não são brasileiros. Pensam que eles ainda são os filhos de uma elite que …

A vergonha de Bóris Casoy

"Feliz 2010!"

A frase acima, dita por dois garis, poderia ser uma forma simpática do "Jornal da Band" mostrar os desejos das pessoas para o próximo ano, mas acabou se tornando base para o comentário mais ridículo do jornalismo da emissora em 2009 - e que nada mais foi do que um reflexo exagerado dos comentários que o "âncora" do "Jornal da Noite", Bóris Casoy, fez ao longo do ano.

Nem vou contar a história, que deu o que falar no Twitter neste primeiro dia de 2010. Veja o vídeo:



Não é novidade que Bóris Casoy é preconceituoso e reacionário. Sua presença em qualquer veículo representa, automaticamente, que a linha editorial adotada é a mais atrasada possível. E é isso que ele tem agregado ao jornalismo da Band, tão elogiado em outras épocas.

O "Jornal da Noite" é um show de distorções, com comentários ressentidos, ataques que beiram difamações e defesa de interesses privados em detrimento de interesses públicos. E, infelizmente, isso tem de…