Pular para o conteúdo principal

Silvio sem Gugu: sem perder, perdendo

Pois é, Gugu Liberato trocou mesmo o SBT pela Record. Arrisco dizer que, se Michael Jackson não tivesse morrido poucas horas depois, seria a notícia mais impactante da semana!

MidiaClipping
Gugu posa com o diretor de programação da Rede Record, Paulo Franco

Em vez de repetir o que todo mundo publicou, quero só atentar para um ponto:

O contrato de Gugu com o SBT vai até março do ano que vem. A reportagem da Folha Online disse, enfaticamente, que "o apresentador só deixará o SBT em março de 2010, quando vence seu compromisso com a emissora de Silvio Santos". Patrícia Kogut revelou que "fontes próximas" de Gugu garantem que "ele vai ficar", e Cristina Padiglione afirmou que o próprio apresentador tem dito "que pretende respeitar o fim do acordo com Silvio Santos". Só o Meio&Mensagem citou a possibilidade da Record pagar a multa de R$ 15 milhões para tirar o "Domingo Legal" da grade do SBT antes de março, mas ressaltou que não foi comunicado nada sobre isso.

Cristina Padiglione chegou a dizer que considera improvável o SBT manter Gugu no ar até março - o que não parece fazer muito sentido, mesmo. Mas ela não contava com a astúcia de Silvio Santos!

Veja a chamada que entrou no ar hoje:


Se Gugu ficar no SBT até março, vai participar de uma corrida onde Silvio Santos terá pelo menos sete meses de vantagem: enquanto o público se adapta ao novo horário de seu programa, vai perdendo o costume de ver Gugu no horário nobre. Não acredito que sete meses sejam suficientes para mudar a cara da noite de domingo na TV aberta, mas é meio óbvio que Gugu vai sair perdendo.

Para a Record, ficam duas opções: pagar os R$ 15 milhões da multa rescisória ou esperar Silvio Santos se consolidar no horário nobre com um concorrente a menos. Será que esse era o royal flush que Patrícia Abravanel escreveu no Twitter?

Comentários

  1. Silvio Santos não saiu perdendo, o SBT tirou Roberto Justus e Eliana da Record e pode tirar mais gente.

    O fato é que Gugu estava no SBT desde a inaguração(1981), é uma surpresa daquelas, justo Silvio Santos que tanto acreditou nele, pagou a recisão do contrato dele da Globo em 1989, apoiou ele no caso PCC...

    Se Silvio Santos se consolidar, quem sai perdendo é a Record e Gugu

    ResponderExcluir
  2. O problema nessas contratações que o SBT fez é que nenhuma delas aconteceu pelos belos programas que cada artista é capaz de apresentar. Esse monte de dinheiro foi gasto numa guerrinha para desestabilizar - ou provocar - a Record.

    Por exemplo: o que a Eliana faz que nenhum artista já contratado não pode fazer? Não tenho nada contra ela, mas acredito que o SBT poderia ter os mesmos resultados sem gastar tanto dinheiro investindo em nomes que já estão na casa (como o Celso Portiolli), desde que em programas bem produzidos e em horários adequados.

    De qualquer forma, concordo que a perda maior para o SBT seja o impacto de "até o Gugu", cuja história se mistura e se confunde com a história do SBT, ter trocado a emissora pela Record. E é provável que seja isso mesmo o que a Record esperava!

    ResponderExcluir
  3. Acredito que muitos não saibam qual é a função real de Gugu na Record, mas na minha visão, da mesma forma que a Globo possui o Faustão aos Domingos para "linkar" as atrações, ou seja, promovendo-as durante a "tarde de descanso" da maioria da população, recebendo artistas da própria casa e falando do principal produto, ou seja, Novela, vejo que a Record sente a mesma necessidade de fortalecer sua programação e, tal como disse o Anderson, infelizmente a Eliana ainda não pode oferecer tal característica que no Gugu já está praticamente pronta, sendo que no caso dela, ainda tem de se lapidar muito.
    Eu não gosto de nenhum dos apresentadores em questão, mas sei a diferença entre Gugu e Eliana para os telespectadores... e a Record sabe mais ainda e sabemos também que, de nada adianta esse tipo de atitude amadora do SBT, pois sairá perdendo exatamente pelo mesmo motivo que tem perdido nos últimos tempos.
    FALTA DE PROJETO.

    Edmauro Novais

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Relembrando a Líder FM de São Paulo

Em janeiro deste ano, publiquei aqui e no Tele História um post sobre o curto período em que a Líder FM, emissora popular da Grande São Paulo de grande audiência nos anos 90, adotou o slogam "Cheia de Charme" e passou a se dedicar à Black Music. No final do post, pedia para quem tivesse mais informações sobre esse período enviasse comentários, para que todo mundo que lê o blog e a coluna do Tele História - inclusive eu - pudesse resgatar um pouco da história dessa simpática emissora que acabou caindo um pouco no esquecimento.

De lá pra cá, recebi comentários de pessoas relembrando a Líder FM dessa e de outras fases. Alguns são tão bons que me deixaram, já na época, com vontade de escrever um novo post só para que eles ficassem mais "visíveis".

Nesta terça-feira, o Edmauro Novais, que teve participação essencial no primeiro post, enviou imagem da capa de outro CD da rádio na fase Black, retirada de um blog que disponibiliza a playlist e o link para download do CD. Foi…

Um pouco da história da Rádio Tupi AM (SP)

Muita gente reclama da "falta de memória" da TV, não só pelo descaso das emissoras que apagavam seus arquivos sem a menor culpa, mas também pela dificuldade em encontrar informações consistentes e confiáveis sobre a história da televisão. Quem reclama tem razão, mas essa falta de memória nem se compara com a escassez de registros sobre a história do rádio!

Tive que procurar, para um trabalho, a história da Tupi AM de São Paulo, e descobri que não existe nenhum lugar que traga essas informações. Para se ter uma ideia, não consegui encontrar nem o ano em que a Tupi AM de Paulo Abreu foi inaugurada!

Encontrei alguns dados em diversos endereços na Internet - faço questão de deixar os links ao longo do texto - que, aliados ao pouco que lembrava, me ajudaram na montagem do quebra-cabeças da trajetória (ou das trajetórias) da Tupi.

O resultado não ficou tão completo quanto esperava, mas deixo aqui o que encontrei, primeiro por não ter visto essa história resumida em nenhum lugar, e de…

Especial: As vinhetas de abertura e encerramento da programação na TV

Antes da TV paga ou da multiplicação de televendas e telepastores, era padrão as emissoras de TV não permanecerem no ar 24 horas por dia. No máximo, a Globo "virava" as noites de sexta e sábado com o lendário "Corujão"; as demais - incluindo a Globo em outros dias - só funcionavam de madrugada em ocasiões esporádicas e especiais.

Por isso, quase todas se preocupavam em criar vinhetas específicas para a chegada e despedida diárias. E, diferente do que se esperaria de vinhetas exibidas duas vezes por dia nos horários mais periféricos da grade, muitas delas foram marcantes na história das emissoras e são lembradas até hoje.

Preparei uma lista com algumas das mais famosas. Os vídeos são antigos e estão no YouTube há muito tempo, mas são alguns dos meus favoritos - e imagino que não sejam só meus.


GLOBO

Nos primeiros anos de Hans Donner, uma sequência de formas tridimensionais ilustrava a mensagem de encerramento:


Na década de 1980, a mensagem foi substituída pela apresentaç…