Pular para o conteúdo principal

Globo estreia novo Bom Dia Brasil e troca apresentadores em telejornais

Do blog do Gregori Pavan:

Título original: Bom Dia Brasil não será em HD, mas terá Chico Pinheiro e novo cenário

Para tentar reverter o crescimento de audiência da concorrência, a partir de amanhã (26) o telespectador vai encontrar mudanças no Bom Dia Brasil.


A mais perceptível é a troca de um dos âncoras do telejornal, sai o jornalista Renato Machado e entra em seu lugar Chico Pinheiro. Pinheiro apresentou até a última sexta-feira (23), ao lado de Mariana Godoy, o SPTV 1º edição - telejornal para região metropolitana de São Paulo.

Não será dessa vez que o telejornal passará para o padrão de transmissão em alta definição (HD), diferentemente da Record, da Band, da Rede TV, da TV Gazeta que já transmitem suas manhãs - incluindo jornalismo - em
high definition.

Outra mudança será visual, o Bom Dia Brasil agora com Chico Pinheiro e Renata Vasconcelos ganha um novo cenário. Desenvolvido pelo Departamento de Arte do jornalismo da Rede Globo, o ambiente está mais claro, leve e contemporâneo, com uma nova bancada, um novo set de entrevistas e um telão com mais de 3 metros de largura por 2 de altura que vai permitir entradas ao vivo de repórteres e apresentação de infográficos.


Renato Machado, que estava à frente do telejornal desde 1996, será correspondente sênior em Londres, na Inglaterra. Vai apresentar e comentar parte da seção internacional no Bom Dia Brasil e também vai ter uma coluna semanal no Jornal da Globo. Na edição de amanhã ele ainda apresenta o Bom Dia Brasil, onde no final se despede e passa o bastão para Chico Pinheiro.

Alexandre Garcia, Miriam Leitão, Rodrigo Pimentel e Luis Ernesto Lacombe continuam como comentaristas. Também está mantida a participação de Carla Vilhena direto de São Paulo e Zileide Silva de Brasília, além de Eliana Marques na apresentação da previsão do tempo.


Após o Mais Você ter praticamente perdido o primeiro lugar de audiência para o Fala Brasil há quase dois anos, o Bom Dia Brasil tem mostrado sinais de desgaste com o crescimento de audiência da TV Record nas manhãs. Na segunda (19) e na terça-feira (20) passadas, por exemplo, o Bom Dia Brasil registrou 9 pontos de audiência, enquanto São Paulo no Ar - da Record - registrava 8 pontos. E esse quadro não tem sido tão incomum não. Tanto na segunda quanto na terça, a Record fechou em primeiro lugar de audiência das 07h ao meio-dia na Grande São Paulo, empatada com a Globo.


OUTRAS MUDANÇAS

Com a ida de Chico Pinheiro para o Bom Dia Brasil e a migração da Mariana Godoy para a apresentação da parte do noticiário de São Paulo no Jornal das Dez, na GloboNews, o jornalista César Tralli assume a apresentação do SPTV 1ª edição.


SPTV 1ª edição terá seu cenário reformulado, com uma bancada cinza menor e mais fina, onde o âncora ficará mais livre pelo cenário.

A participação dos especialistas Alessandro Buzo, Diógenes Lucca, Kazuo Nakano, Marcio Rachkorsky e Sergio Ejzenberg está mantida. Assim como, Michelle Loreto na previsão do tempo.

Neste horário, a audiência também está bem fragmentada. O SPTV 1ª edição tem o primeiro lugar consolidado com uma audiência média de 10 pontos, enquanto a concorrente varia entre 7 a 8 pontos.


ESTÁ MANTIDO

Carla Vilhena continua à frente do Bom Dia São Paulo. E Carlos Tramontina à frente do SPTV 2ª edição.

Bom Dia São Paulo é outro telejornal que vem preocupando em audiência. O que já não acontece com o SPTV 2ª edição, que apresenta uma audiência em crescimento - reflexo dos resultados de Cordel Encantado e Morde & Assopra - e bem folgada, na casa dos quase 30 pontos, enquanto os concorrentes não chegam a 10 pontos.


Bom Dia São Paulo vai ao ar de segunda a sexta, das 06h30 às 07h30.
Bom Dia Brasil vai ao ar de segunda a sexta, das 07h30 às 08h30.
SPTV 1ª edição vai ao ar de segunda a sábado, das 12h05 às 12h50.
SPTV 2ª edição vai ao ar de segunda a sábado, das 19h15 às 19h30.

Comentários

  1. eles acham que trocando cenário,e apresentadores vão melhorarem audiencia.

    ResponderExcluir
  2. se o nome record fosse bom estariam na liderança ha,ha,ah

    ResponderExcluir
  3. Srs. Diretores/Editores do Jornal Bom dia Brasil, pelo amor de Deus, substituam o Sr. Chico Pinheiro deste jornal, pois é muito difícil entender o que aquele Sr. está dizendo, com aquela voz forçada e difícil de entender!? A Globo tem gente mais qualificada para a apresentação de um Jornal de tamanha audiência!?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Relembrando a Líder FM de São Paulo

Em janeiro deste ano, publiquei aqui e no Tele História um post sobre o curto período em que a Líder FM, emissora popular da Grande São Paulo de grande audiência nos anos 90, adotou o slogam "Cheia de Charme" e passou a se dedicar à Black Music. No final do post, pedia para quem tivesse mais informações sobre esse período enviasse comentários, para que todo mundo que lê o blog e a coluna do Tele História - inclusive eu - pudesse resgatar um pouco da história dessa simpática emissora que acabou caindo um pouco no esquecimento.

De lá pra cá, recebi comentários de pessoas relembrando a Líder FM dessa e de outras fases. Alguns são tão bons que me deixaram, já na época, com vontade de escrever um novo post só para que eles ficassem mais "visíveis".

Nesta terça-feira, o Edmauro Novais, que teve participação essencial no primeiro post, enviou imagem da capa de outro CD da rádio na fase Black, retirada de um blog que disponibiliza a playlist e o link para download do CD. Foi…

Um pouco da história da Rádio Tupi AM (SP)

Muita gente reclama da "falta de memória" da TV, não só pelo descaso das emissoras que apagavam seus arquivos sem a menor culpa, mas também pela dificuldade em encontrar informações consistentes e confiáveis sobre a história da televisão. Quem reclama tem razão, mas essa falta de memória nem se compara com a escassez de registros sobre a história do rádio!

Tive que procurar, para um trabalho, a história da Tupi AM de São Paulo, e descobri que não existe nenhum lugar que traga essas informações. Para se ter uma ideia, não consegui encontrar nem o ano em que a Tupi AM de Paulo Abreu foi inaugurada!

Encontrei alguns dados em diversos endereços na Internet - faço questão de deixar os links ao longo do texto - que, aliados ao pouco que lembrava, me ajudaram na montagem do quebra-cabeças da trajetória (ou das trajetórias) da Tupi.

O resultado não ficou tão completo quanto esperava, mas deixo aqui o que encontrei, primeiro por não ter visto essa história resumida em nenhum lugar, e de…

Especial: As vinhetas de abertura e encerramento da programação na TV

Antes da TV paga ou da multiplicação de televendas e telepastores, era padrão as emissoras de TV não permanecerem no ar 24 horas por dia. No máximo, a Globo "virava" as noites de sexta e sábado com o lendário "Corujão"; as demais - incluindo a Globo em outros dias - só funcionavam de madrugada em ocasiões esporádicas e especiais.

Por isso, quase todas se preocupavam em criar vinhetas específicas para a chegada e despedida diárias. E, diferente do que se esperaria de vinhetas exibidas duas vezes por dia nos horários mais periféricos da grade, muitas delas foram marcantes na história das emissoras e são lembradas até hoje.

Preparei uma lista com algumas das mais famosas. Os vídeos são antigos e estão no YouTube há muito tempo, mas são alguns dos meus favoritos - e imagino que não sejam só meus.


GLOBO

Nos primeiros anos de Hans Donner, uma sequência de formas tridimensionais ilustrava a mensagem de encerramento:


Na década de 1980, a mensagem foi substituída pela apresentaç…